O Mercado Imobiliário em 2020: Sinais de crescimento e quais os fatos que melhoraram o setor

O ano de 2019 chegou ao fim, e com boas notícias para o mercado imobiliário de 2020. Um novo cenário vem trazendo perspectivas de crescimento para este ano. As pessoas estão investimento mais. Podemos observar que houve alta nas vendas dos imóveis lançados no Brasil, em abril e junho de 2019, o crescimento foi de quase 12%, se comparado ao mesmo período do ano passado com mais de 30.000 unidades vendidas.

O mercado imobiliário no Brasil já dá bons sinais de crescimento, tanto que se não fosse lançado mais nenhum empreendimento em um período de 11 meses, e só vendesse o que está em estoque, acabariam todos os imóveis à venda no país.Depois de 5 anos difíceis, com a queda dos juros da economia, ocasionando consequentemente a queda da prestação, em até 15% aproximadamente, o cenário mudou, as condições para compra melhoraram, deixando as pessoas mais confiantes para investir.

O Presidente da Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias),Luiz França, em entrevista para o Studio News, afirma: 

O Mercado Imobiliário, tanto o comercial, quanto o residencial, o viés é de grande melhora. A retomada da economia, já se verifica em muitas regiões, empreendimentos para serem entregues daqui há 2 anos já tem procura para compra, portanto, já podemos observar uma reação bem significativa e importante. E se olharmos o PIB do Brasil, que é o que mede a riqueza de um país, o mercado imobiliário tem na verdade posição importante nele. No último levantamento verificamos que subiu 0,4% e o PIB do mercado imobiliário subiu 1,9% (PIB da construção civil). E o que isso significa? Que o PIB do mercado imobiliário puxa para cima o PIB do Brasil, visando coisas importantes, como por exemplo, o emprego. O mercado imobiliário é uma indústria que emprega muito, a cada cem metros quadrados, é gerado 4 empregos diretos, portanto, ele ajuda o Governo Brasileiro com o déficit do desemprego” – concluiu.


4 fatos que melhoraram o mercado imobiliário


Segundo Luiz França, ela vem em função de 4 aspectos importantes:

1. Juros baixos- quando se tem taxa de juros abaixo de 2 dígitos.

2. Marco regulatório adequado recentemente o que faltava para ter um marco regulatório adequado era a Lei do Distrato, que agora regula de uma maneira clara e adequada sobre a devolução do imóvel em casos de distrato.

3. A confiança dos consumidores, em ver que o desemprego está ficando estável, que não correm o risco de ficar desempregados, tendo mais confiança em comprar e saber que vão conseguir honrar com seus pagamentos.

4. Os consumidores estão percebendo que os empreendimentos já construídos, estão sendo vendidos, os estoques estão caindo, e em determinado momento os preços irão aumentar.Então agora é o momento para investir!


Como estão os preços dos imóveis no Brasil


Importante ressaltar, os preços dos imóveis no Brasil são defasados, se comparados com outros países, temos o preço mais baixo por metro quadrado. E quando olhamos a economia brasileira crescer, comparando com as outras economias do mundo, nós não temos dúvidas, que o imóvel também terá alta na valorização, como nos outros países.

O mercado imobiliário é composto por 4 fases: Expansão, Excesso, Recessão e Recuperação. Sendo assim, em 2020 estará entrando na fase de Recuperação, fase essa, muito importante para a economia, fortalecendo o crescimento de empregos e mostrando que os brasileiros podem voltar a investir, a comprar, sem medos e com segurança.

E com grande ânimo o segmento está vindo com força e retomará em 2020 o seu patamar, com perspectiva de crescimento por todo o país!

Imóveis à venda em São José (Grande Florianópolis), acesse o site da Help Imóveis e converse com a melhor equipe de corretores da região.